terça-feira, 16 de julho de 2013

F. O Negro é Mais Corrupto que o Branco

Qualquer brasileiro, adulto já ouviu em alguma época o seguinte ditado popular: “Nego quando não caga na entrada caga na saída.

(Querido leitor perdoe-nos pela expressão tão grotesca. Seu uso se fez necessário devido ao forte sentido cultural que carrega).

Esse ditado é usado: geralmente para reafirmar a discriminação, no momento em que se percebe alguma decepção com alguém que seja negro. E, é claro que o uso de tal provérbio no momento exato em que os fatos parecem confirmá-lo; só fortalece e perpetua o preconceito.

Mas, o que acontece quando a pessoa a causar a decepção não for negra?

Não existe um provérbio equivalente para ela. Tal pessoa será vista apenas como um indivíduo que cometeu algum erro. Ela não representa um grupo, uma raça ou casta. É apenas ela mesma errada!

O momento político pode exemplificar com muita propriedade esse ponto: A maioria da população brasileira está insatisfeita com os políticos.  Muitos deles têm recebido “títulos nada honrosos.” Mas a nenhum é atribuído ao fato de terem frustrado as expectativas do povo brasileiro o “serem brancos.” Não, eles falharam. O povo está totalmente insatisfeito com quase todos. Mas, eles não representam sua cor. Na verdade a cor não tem nada a ver com o caráter da pessoa. Sempre haverá todo tipo de pessoas independente da aparência exterior!

O negro não é mais punido por ser mais corrupto. Ele é mais punido por ser negro. (SER NEGRO EM SI, JÁ É RAZÃO PARA SER TRATADO COM MAIS RIGOR.) Quem nunca ouviu- em algum lugar a frase: “Quem esse nego pensa que é?”

Nenhum comentário:

Postar um comentário