terça-feira, 2 de julho de 2013

G. Em Foto de Negro Só Aparecem os Dentes

A maioria do que diz respeito ao negro é vista, de maneira geral, com “desrespeito e deboche”.  Como se fosse dito: “Isto não é para negro. Mas, já que ele não se enxerga!

Só, bem recentemente, devido mais ao avanço tecnológico, que a um propósito, vemos, em mais larga escala, fotos de negros com luminosidade e contraste apropriados. Antes, usavam luminosidade, fundo, etc. adequados a brancos ao fotografarem negros. Certo fotógrafo disse que não gostava de tirar fotos de “pessoas morenas” (negras) porque não havia jeito de ficarem boas.

Aliás, a maioria dos produtos que deveriam ser diferenciados para se adequar melhor à cor  e características de negros ou morenos; não existem ou são caros e difíceis de serem encontrados. Às vezes, a pessoa passa por constrangimentos, tentando encontrar produto adequado. Mesmo estando disposta a pagar mais caro. E muitas vezes, não obtém êxito.

                              Situação exemplo:

            Uma jovem ia se casar. Procurou especialista para indicar maquiagem apropriada para ela. Para que suas fotos na cerimônia saíssem impecáveis! Como deseja toda noiva. A especialista indicou-lhe produtos de boa qualidade, próprios para pele negra. Ela começou a procurá-los em todos os lugares especializados da cidade com três meses de antecedência. A resposta era: “Nós trabalhamos com este produto, mas não para essa cor de pele. Faltando apenas uma semana para o casamento, ela o conseguiu porque  determinada loja aceitou fazer encomenda específica.” 

Pode-se argumentar: Mas, a maioria dos negros não tem poder aquisitivo para comprar “certos” produtos. Então, sendo isso verdade; é mais uma parte do problema e não resposta conciliadora e conclusiva.

Peça a algumas pessoas negras que saiam pelo comércio local.  Tentando comprar produtos para sua  cor de pele. (Serão alvo de piadas!)  Até, a maioria dos curativos plásticos cor da pele, vendidos no Brasil, é tão clara que justificaria a pergunta:  Cor da pele  de quem? Alguns poucos?

Uma foto de negro, bem tirada, exemplo: Negra com maquiagem apropriada. Fotos diversas de crianças negras. Fotos explorando as diferentes tonalidades da pele negra. As diversas maneiras de  arranjos com os cabelos; etc. São algumas das muitas possibilidades artísticas que ainda podem ser exploradas pela sensibilidade brasileira.

TODA a raça humana é -cem por cento- bela. Basta saber olhá-la!

A cor “negra”, dependendo da incidência da luz, se apresenta dourada! Ou em outros matizes belíssimos e muito interessantes. Pode-se decidir o que fazer com essa beleza! Só o ser humano tem a sensação do belo. E  esta sensação é: arte em potencial! 
Muitas crianças são orientadas a pintar figuras humanas com lápis rosa bem clarinho ou salmão. E tais cores já foram apelidadas, em muitas escolas primárias, de “cor de pele.” Isto causa constrangimento em crianças negras e pode causar rejeição à sua cor. (Uma menina negra ao ser lhe sugerido pintar uma gravura humana com a sua própria cor, sorriu encabulada e disse que deveria pintar com cor de pele como todo mundo pintava).

Nenhum comentário:

Postar um comentário