quinta-feira, 22 de agosto de 2013

Por que o Assunto Racismo Causa Constrangimento a Negros e Brancos?


Muitas vezes, ao ventilar-se o assunto racismo, é comum algumas pessoas  ficarem incomodadas, constrangidas.
  Há um frágil “equilíbrio social”, secular sustentado pelo racismo.
ANALOGIA
Compara-se ao uso de determinada rede com furos para reter  vazamento de certo líquido. Ela é precária e ineficaz. Mas, suponhamos seja a única maneira de contenção conhecida, até àquele momento, pela comunidade. Então, os usuários tendem a ter medo de perdê-la e se sentem inseguros na iminência de sua falta; devido à falsa sensação de que a rede seja o melhor método de contenção.
 
Há insegurança, por razões inversas,  da parte do negro e da parte do branco.
 
A) Da parte do negro:
O racismo no Brasil (mesmo negado) tem dado posições claras e específicas ao indivíduo na sociedade: Papeis, funções, comportamentos, atitudes, respostas, etc. Tudo tem sido muito bem estabelecido por séculos. Muitas vezes o comportamento do indivíduo, ao se encaixar no seu “espaço” é intuitivo e inconsciente. Principalmente, dentre os da parte menos favorecida, há os que nunca pensaram sobre o assunto, nem têm consciência da situação, Dizem: "Nunca fui discriminado". É impossível ser negro no Brasil e nunca ter sido discriminado! ( O que poderia ter sido dito é: "Não tenho consciência da discriminação. Ou,  este tema é tabu, não devo me posicionar sobre ele.  Ainda:  "Este assunto me constrange."
 
Exemplo: O negro que na empresa onde trabalha, sorri timidamente ao ouvir gracejos e zombarias em relação à sua cor ou traços físicos. Às vezes, vindas de colegas ou superiores. E há o negro que até participa da zombaria de si próprio para parecer  "legal" ou simpático.
O que aconteceria caso o negro batesse o pé e não aceitasse a situação humilhante?
Estaria ele em posição que lhe permitisse reagir sem sofrer consequências negativas ?
Ou subentende-se uma certa  submissão e mansidão da parte do negro?
Ás vezes, negros sentem-se inseguros com a possibilidade de mudanças, temendo que sejam para pior.  E realmente serão se não forem efetuadas através do conhecimento. Conhecimento no seu mais amplo sentido!
Qualquer negro, não importa sua classe social, se começar a perceber o racismo, não será visto com bons olhos. Será posto de escanteio. O problema será visto como sendo falhas de do seu caráter como:
Complexo de inferioridade, dificuldade de relacionamento, temperamento difícil, etc.

(Por isso, a tendência -em geral fora as exceções- é: fazer “vistas grossas”; levar a situação como brincadeira, coisa comum da vida, de nenhuma importância, etc.).
B) Da parte do branco:
 
Quando o equilíbrio social (negro no seu lugar, mulato no seu lugar, branco no seu lugar) ameaça a ser rompido; gera insegurança a todos. Mas, principalmente à parte favorecida pelo que está estabelecido.
                                 (Este tema continuará na próxima publicação!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário